Notice: Undefined variable: imagemcapa in /home/novaopin/public_html/unica_noticia.php on line 52
Nova Opinião - Vida Inteligente Na Internet


Petrúcio Ferreira quebra recorde e garante o ouro no Mundial

  • Autor: Nova Opinião - Data 13/11/2019

O paraibano Petrúcio Ferreira roubou a cena no Mundial de Atletismo Paralímpico, em Dubai (Emirados Árabes Unidos): na semifinal, realizada nesta madrugada, ele se tornou o atleta paralímpico mais rápido do planeta ao quebrar o recorde  mundial com o tempo de 10s42, na prova dos 100m classe T47 (deficiências membros superiores). Depois, na grande final, o paraibano liderou a trinca verde e amarela no pódio.

Petrúcio Ferreira foi medalha de ouro ao vencer a prova com o tempo de 10s44. A prata ficou com Washington Júnior (10s58) e o bronze com Yohansson Nascimento (10s69). O tempo que Petrúcio alcançou em Dubai é oito centésimos mais rápido que o recorde mundial do qual ele mesmo é dono. Em junho de 2018, ele cumpriu os 100m em 10s50 durante a etapa de Paris do circuito promovido pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC).

Recorde na semifinal

Em sua bateria, na semifinal, Petrúcio tinha a companhia do alagoano Yohansson Nascimento. Após a largada, eles permaneceram juntos por pelo menos 50 metros, quando Petrúcio acelerou ainda mais. Cruzou a linha de chegada com 10s42 e gritou de felicidade ao conferir o recorde no cronômetro oficial da competição ao lado da pista. Yohansson foi o segundo da bateria, com 10s72, seu melhor tempo da vida.

O paraibano já havia corrido na marca dos 10s37, em abril deste ano, durante o Grande Prêmio Brasil de Atletismo, no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista, São Paulo.  Porém, a marca não foi validada na época, devido aos fortes ventos que sopraram no dia, superando o valor estimado na regra internacional do atletismo, invalidando assim, o que teria sido o recorde mundial da prova e melhor marca pessoal de Petrúcio.

O ouro veio mais tarde

Após a euforia pela quebra do recorde mundial, Petrúcio Ferreira subiu no ponto mais alto do pódio em Dubai. Acompanhado dos brasileiros Washington Júnior e Yohansson Nascimento, Petrúcio garantiu o ouro na prova dos 100m, mas não conseguiu superar o próprio recorde conquistado na madrugada. O paraibano correu para um tempo de 10s44, dois milésimos a mais que o recorde conquistado anteriormente.

Prata para Joeferson

Ainda nas disputas do Campeonato Mundial de Atletismo Paralímpico, o paraibano Joeferson Marinho conquistou a medalha de prata na disputa dos 100m da categoria T12 (para deficientes visuais). O ouro ficou com o norueguês Salum Ageze e o bronze com o brasileiro Fabrício Júnior.

Fonte: Portal Correio

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião