População paraibana sai às ruas neste dia 15

  • Autor: Nova Opinião - Data 15/05/2019

Atos vão se realizar em 17 cidades. Em JP, a concentração será no Lyceu, a partir das 9h

Nesta quarta (15), vai acontecer, em todo o país, mobilização em defesa da educação brasileira, fortemente ameaçada pelas atitudes do Governo Federal, que cortou 30% do orçamento das instituições federais de ensino, de educação básica e superior.

Na Paraíba, vários atos estão sendo convocados pelos movimentos sociais, envolvendo professores, estudantes, trabalhadores da educação e população em geral que acreditam na educação como chave para o futuro de uma nação.

João Pessoa

Em João Pessoa está previsto ato com concentração às 9h, em frente ao Lyceu Paraibano. Às 10h30, o ato sai em direção ao Ponto de Cem Réis, onde encontra com o Universidade na Praça - exposição de trabalhos de extensão universitária e serviços à comunidade. Já às 12h, vai acontecer na Praça dos Três Poderes, em frente à Assembleia Legislativa, a manifestação pública dos movimentos estudantil e docente, para discutir os cortes na educação pública, realizados pelo governo Bolsonaro (PSL).

Em João Pessoa, também acontece uma audiência pública com a pauta focada em analisar a situação da educação no Brasil, a partir das 14h30, no auditório do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE), em Jaguaribe. Inicialmente, esta audiência estava prevista para acontecer na Assembleia Legislativa, e foi transferida de última hora para o TCE. No entanto, os movimentos estudantil, sindical e docente decidiram manter como local de concentração, o Lyceu Paraibano, com o ato de rua, já que este formato e local foram decididos em plenária conjunta das categorias, realizada no último dia 8 de maio na Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Atos acontecem em mais 16 cidades

Já em Campina Grande, a concentração será, às 7h, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Em Cajazeiras, a partir das 8h, a movimentação vai acontecer na Câmara de Vereadores. Em Patos, o ato acontece na Praça Edivaldo Mota também às 8h. Na cidade de Sousa, a manifestação será na UFCG às 7h e, em Sumé, acontece na UFCG às 8h. A concentração no município de Pombal será a partir das 15h, na frente da UFCG e, em Monteiro, a concentração será no IFPB, às 7h30.

A cidade de Rio Tinto chama a população para se concentrar, às 8h, no campus IV da UFPB e  Areia convoca também às 8h, em frente à Igreja do Rosário. Também acontece atos em Catolé do Rocha, às 7h, na UFPB, em Itaporanga, na Praça da Matriz, às 8h30; na cidade de Esperança, a concentração será na Praça da Cultura às 8h.

Em Cuité, o encontro político será  na UFCG a partir das 7h; já em Picuí, a caminhada sai do Instituto Federal às 15h30, o município de Sapé  reúne manifestantes na sede do Sindicato dos Servidores Municipais, às 9h e em Cubati também terá ato, será na Câmara Municipal, a partir das 8h30.

A mobilização será um grande protesto contra a proposta de reforma da previdência altamente prejudicial para os mais pobres, para o magistério e trabalhadores/as rurais; e contra os sucessivos cortes nas políticas educacionais (ensino superior e educação básica) e a ameaça de acabar com a vinculação constitucional que assegura recursos para a educação (Fundeb e outras políticas). A pauta de reivindicações também inclui o fim do patrulhamento ideológico nas universidades, da ofensiva Lei da Mordaça e de uma série de políticas que impõem retrocessos civilizatórios.

Na Paraíba, estão envolvidos os institutos e universidades federais, funcionários dessas instituições, sindicalistas, estudantes e movimentos sociais organizados e até pais e estudantes de escolas privadas.

Confira a seguir a lista dos locais, na Paraíba, onde acontecem atos em defesa da educação brasileira:

  1. JP: concentração no Lyceu, às 09h
  2. Campina Grande: concentração às 7h, na UFCG; às 8:30 sairão em marcha até a praça da Bandeira, Centro, campina grande.
  3. Cajazeiras: 8h, na Câmara municipal de Vereadores
  4. Patos: concentração praça Edivaldo Mota, às 8h
  5. Sousa: concentração na UFCG, às 7h
  6. Sumé: concentração na UFCG, às 8h
  7. Pombal: às 15h, na frente da UFCG
  8. Monteiro: concentração IFPB, as 07h30m
  9. Rio Tinto: concentração no campus IV da UFPB, às 8h
  10. Areia: concentração às 8h, em frente à Igreja do Rosário
  11. Catolé do Rocha: 7h, na UFPB
  12. Itaporanga: concentração praça da Matriz, às 08h30
  13. Esperança: às 8h30, concentração no IF e passeata para Praça da Cultura
  14. Cuité: às 07h, concentração na UFCG
  15. Picuí: 09h30 (mesa); 15:30 caminhada saindo do IF
  16. Sapé: concentração na sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Sapé, às 09h
  17. Cubati: Câmara Municipal de Vereadores, às 8h30

Fonte: Brasil de Fato

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião