OPINIÃO: Se Zé Aldemir ceder às pressões dos aliados poderá nunca mais ter as rédeas da Prefeitura de Cajazeiras

  • Autor: Nova Opinião - Data 02/12/2016

Menos de 24h. Este foi o tempo necessário para que a divulgação do secretariado do futuro Prefeito José Aldemir Meireles causasse uma verdadeira avalanche de descontentamentos nos aliados.

A divulgação dos nomes ocorreu em um programa de uma WebTV local. Anteriormente estava prevista uma entrevista coletiva, que mais poderia remontar a uma festa tal anúncio. Depois o prefeito eleito chegou a cogitar anunciar pelas redes sociais, findou anunciando em entrevista exclusiva e sem anúncio prévio, como que quisesse dar menos notoriedade ao anúncio.

Estaria Zé Aldemir já prevendo as insatisfações? Isso não há como sabermos, só o próprio pode afirmar. Entretanto, o que ficou claro na divulgação dos nomes é que o prefeito eleito não agradou com suas escolhas. Inúmeras foram as declarações públicas de descontentamento. O vereador Jucinerio Felix foi um dos primeiros a revelar sua insatisfação em um áudio enviado à um grupo de correligionários. Especula-se que o mesmo poderia assumir a Secretaria de Desenvolvimento Humano ou mesmo indicar o titular, que foi cogitado ser o artista Ricardo Lacerda, seu fiel escudeiro, que também expressou sério desgosto em sua conta no facebook.

Evangelista Nobre, liderança da Vila Nova também usou o facebook para demonstrar sua insatisfação com o desprestígio. Ele foi, inclusive, solidarizado pelo seu pupilo eleitoral, o vereador Neto da Vila Nova, que comentou deixando a entender que não aceitaria tal situação e que ficaria do lado da sua militância.

Soube-se até de uma suposta reunião ao meio dia realizada às pressas no gabinete de um vereador na câmara municipal de Cajazeiras para tratar do assunto. Muitos insatisfeitos estiveram presentes, segundo informações.

Até o grande Vituriano de Abreu, o Leão, que pouco tem se pronunciando após ter se afastado dos mandatos eletivos, declarou em alto e bom tom seu descontentamento. Deixando a entender que quase a totalidade dos futuros secretários de Zé Aldemir nunca foram do grupo de oposição, mas foram os que tiveram o privilégio de serem lembrados.

O fato é que Zé Aldemir já se depara com um grande problema a ser resolvido antes mesmo de iniciar seu governo: CEDER ÀS PRESSÕES DOS ALIADOS ou BATER O PÉ E SE MOSTRAR DE VEZ A QUE VEIO, ser um prefeito independente, que foi o discurso que mais se ouviu dizer na campanha. Que não seria marionete como sua adversária, segundo seus discursos.

A grande questão é: Zé Aldemir terá pulso para manter a palavra e nomear os secretários anunciados sem esfacelar a base política que o elegeu? Saberemos isso muito em breve. Mas, a depender de sua decisão, poderá Zé Aldemir ceder e manter sua base, mas demonstrar fragilidade política e correr o risco da ingovernabilidade por pressão de aliados e do fogo amigo, perdendo assim as rédeas da prefeitura.

Mas já sabemos o que aconteceu com o último prefeito que não conseguiu por ordem na casa.

Boa sorte ao novo prefeito de Cajazeiras!

0
1
2
3
4

Fonte: Nova Opinião

Desenvolvido por Quick Tecnologia
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião