Estudante dá à luz dentro de ambulância do SAMU no Sertão da Paraíba

  • Autor: Nova Opinião - Data 29/11/2016

Em virtude da seca enfrentada na bacia do Piranhas-Açu (PB/RN) e diante das novas restrições impostas à equipe da Agência Nacional de Águas (ANA) tem intensificado a fiscalização na região.

O órgão volta a utilizar helicópteros no trabalho que está sendo feito desde Coremas até cidades no vizinho estado do Rio Grande do Norte.

Embora não tenha sido informado oficialmente, vários motores foram apreendidos nos últimos dias, segundo consta, ainda utilizados para captar água nas áreas ribeirinhas o que está terminantemente proibido.

A reportagem do Portal Liberdade PB chegou a registrar a aeronave sobrevoando a cidade em direção à área rural do município de Pombal.

A presença e fiscalizar, além de acompanhar de perto a situação na região para garantir que as regras para otimização do uso do precioso liquido sejam cumpridas pelos usuários do recurso.

Neste contexto, a equipe da ANA além da fiscalização realiza procedimento de vistoria.

Em sobrevoos de helicóptero que estão sendo realizados na bacia do Piranhas-Açu, os especialistas da ANA já emitiram diversos autos de interdição cautelar, de infração, entre embargos e multas simples.

No caso dos autos de interdição cautelar, para impedir preventivamente o uso da água para irrigação, os usuários recebem a solicitação para desmontar seus sistemas de irrigação ou separar os sistemas mistos de captação que contenham as finalidades de irrigação e consumo (humano ou animal).

Além das divulgações no rádio e sobrevoos, a equipe da ANA também está utilizando imagens de satélite para fiscalizar os usos da água da região.

Fonte: Diário do Sertão

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião