Nova Opinião - Vida Inteligente Na Internet


Treze vence Imperatriz nos pênaltis e vai à final da Série D

  • Autor: Redação - Data 24/07/2018

O Treze está classificado para a grande decisão da Série D do Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira, o time paraibano recebeu o Imperatiz no estádio Amigão, em Campina Grande, e conseguiu reverter a desvantagem da partida de ida, vencendo o jogo de volta por 1 a 0 no tempo regulamentar e levando a melhor na disputa por pênaltis (2 a 1), em que o goleiro Mauro Iguatú brilhou.

Vale lembrar que os quatro semifinalistas já haviam assegurado o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro. Agora, o que resta em jogo é “apenas” o título da competição.

O gol do Treze no tempo regulamentar saiu aos 12 minutos do segundo tempo. Na ocasião, Marcelinho Paraíba levantou na área, a bola desviou na defesa, e sobrou no primeiro pau para Samurai, que, livre dos zagueiros, cabeceou certeiro para estufar as redes e levar a torcida à loucura.

Daí em diante os donos da casa tentaram fazer o segundo para não precisarem decidir a classificação nos pênaltis. O desgaste, no entanto, foi tamanho, que Marcelinho Paraíba mal conseguia participar da partida nos minutos finais. Ainda assim, o técnico do Treze manteve o experiente meia no gramado para a disputa na marca da cal.

No momento decisivo, o Imperatiz começou batendo, mas desperdiçou logo a primeira cobrança. A exemplo dos rivais, o Treze mandou para fora com Marcelinho Paraíba. Na sequência as duas equipes balançaram as redes, contudo, o goleiro dos donos da casa, Mauro Iguatú, defendeu mais duas cobranças dos maranhenses para garantir a ida dos paraibanos à grande final da Série D.

Agora, o Treze terá pela frente o Ferroviário, que superou o São José-RS na outra semifinal. A primeira partida está marcada para o próximo domingo, na Arena Castelão, em Fortaleza. Já no outro domingo os times se enfrentam no estádio Amigão, em Campina Grande, para definir quem fica com o troféu.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião