Amor incondicional: cadelinha que esperava por dono morto em hospital é adotada

  • Autor: Redação - Data 10/07/2018

Após comover a Paraíba por se recusar a deixar a frente do Hospital Napoleão Laureano, onde o seu tutor estava internado, a cadelinha, agora chamada Vitória, foi finalmente adotada.

Vitória esperou uma semana em frente ao Hospital Napoleão Laureano após seu tutor falecer. Quando esse paciente específico passava pelos corredores, a cadelinha ficava agitada. O homem não resistiu e faleceu, mas ela continuou a espera pelo tutor que não voltaria mais.

Essa espera comoveu pacientes, funcionários, ONGs e a palhaça Bom te ver que trouxe um final feliz nessa história.

Ninguém sabe ao certo se a cadela veio acompanhando a ambulância ou se foi trazida por alguém. A assessoria do hospital relata que funcionários tomaram conta e alimentaram. A protetora independente Michele foi até o local e levou Vitória para casa para a realização de exames e encaminhar para a castração antes da adoção. A família do antigo tutor da cadelinha não foi encontrada.

A palhaça Bom te ver, que presta trabalho voluntário no Laureano e também no Vila Vincentina, se comoveu com a história e pelo jeito dócil decidiu adotar a pequena Vitória, foi ela quem decidiu chamar a cadelinha assim, pela história emocionante.

Vitória mudou a rotina do hospital fazendo muitos saírem para olhar e cuidar dela.

A cadelinha vai ser levada para a cidade de Rio Tinto, onde a palhaça tem uma ONG de proteção de animais.

 

0
1

Fonte: Paraíba.com.br

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião