PF deflagra Operação contra fraudes no Enem e cumpre mandados na PB

  • Autor: Nova Opinião - Data 07/11/2016

A Polícia Federal fez na tarde deste domingo (6) uma operação contra uma organização que fraudava processo seletivos para o ensino superior em Montes Claros, no interior de Minas Gerais. Outra operação cumpriu mandados nas regiões Norte e Nordeste, incluindo a Paraíba. Tratou-se da Operação "Jogo Limpo", que cumpre 22 mandados de busca e apreensão nos Estados de Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba, Tocantins, Amapá e Pará. A operação também tem ligação com fraudes no Enem.

A partir de gabaritos apresentados em anos anteriores, a PF e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) identificaram 22 pessoas que teriam apresentado respostas suspeitas de fraude e que fariam a prova novamente em 2016.

Embuste - De acordo com a PF, a operação "Embuste" cumpriu simultaneamente 28 mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal de Montes Claros –15 de busca e apreensão, cinco de sequestro de bens, quatro prisões temporárias e quatro conduções coercitivas.

O grupo tentava fraudar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), vendendo vagas especialmente para o curso de medicina. A polícia afirma que identificou repasse de gabaritos via celular para candidatos em diversas partes do país.

Os supostos envolvidos nessa organização criminosa já teriam fraudado ao menos dois processos seletivos em 2016: um vestibular em Mineiros (GO), nos dias 15 e 16 de outubro, e um vestibular de medicina em Vitória da Conquista (BA), nos dias 22 e 23 de outubro.

Segundo a Polícia Federal, os presos poderão responder pelos crimes contra a fé pública, o patrimônio e a paz pública. As penas podem ultrapassar os 20 anos.

Fonte:

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião