Gervásio vê retaliação do Governo Federal após anúncio de Ricardo de não privatizar a Cagepa

  • Autor: Redação - Data 07/04/2017

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gervásio Maia (PSB), comentou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação (06), que acredita que a retirada da Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa) do controle da bacia do Rio Paraíba - principal via das águas do São Francisco no Cariri da Paraíba – foi uma forma de retaliação por parte do Governo Federal ao ato do governador Ricardo Coutinho (PSB) em não ceder a pressão de privatizar a empresa.

‘O governador tem couro grosso, sabe o que tem acontecido e o que virá a acontecer, sabe a forma como o Governo Federal vem tratando a Paraíba”, disse.

Gervásio lembrou que após a visita do ministro do PSDB ao São João de Campina Grande, logo após a posse de Michel Temer (PMDB), os recursos para a construção do Viaduto do Geisel em João Pessoa foram estornados das contas do Estado. “Ele saiu porque não pertencia a Ricardo, mas ao povo. Queria que houvesse um desapego de políticos do estado para fazer integração entre Governo Federal e Governo Estadual, não é a interação de pessoas”, disse lembrando a atitude do governador que reuniu prefeitos de todo o estado para assinar convênios sem importar a cor partidária.


“A Paraíba desse tempo perdia muito, queria que pegassem esses exemplos e trabalhassem a nova política e não a política do boicote e intimidação, isso passou”, finalizou.

Fonte: Paraíba.com.br

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião