Buffarini se coloca à disposição de Ceni: “Jogo na direita e na esquerda”

  • Autor: Nova Opinião - Data 08/01/2017

O argentino Julio Buffarini não quer saber de ficar no banco de reservas do São Paulo. Dono de forte concorrência na lateral direita, local em que o técnico Rogério Ceni tem à disposição Bruno e o garoto Foguete, o estrangeiro é apontado como opção também para o lado esquerdo, setor em que o Tricolor tem, a princípio, apenas o jovem Júnior Tavares à disposição.

“Estou pronto para jogar pela direita, pela esquerda. Já falei com o técnico que pode contar comigo pelos dois lados. Estou contente, adaptado e com muita vontade. Eu trabalho no dia a dia para ter uma vaga no time, como todos os jogadores. A decisão final é do Rogério. Ele me falou o que pretende que eu faça em campo. Estou motivado”, disse Buffarini.

A escassez de peças para a lateral esquerda se deu por conta da saída de três opções em um espaço curto. Eugenio Mena, titular em 2016, não teve seus direitos econômicos adquiridos após um ano de empréstimo e retornou ao Cruzeiro. Carlinhos, bastante criticado pela torcida, foi liberado para acertar com um novo clube. Matheus Reis, terceira opção, foi emprestado por uma temporada ao Bahia.

Buffarini, por sua vez, espera que o ânimo trazido pela chegada de Rogério Ceni possa melhorar seu desempenho com a camisa tricolor. Contratado no meio do ano passado a pedido do técnico Edgardo Bauza, ele acredita que Rogério Ceni será perfeitamente capaz de liderar a campanha da equipe em 2017.

“O Rogério tem dado trabalhos novos para nós, jogadores. Estou muito contente. Ele é um treinador que motiva muito. Sabemos o que ele representa para o São Paulo. É bom para trabalhar e aprender. Todos os trabalhos são dinâmicos, um contra o outro. Ele quer que tenhamos muita dinâmica, por isso as atividades são boas”, analisou, se derretendo em elogios àquele que terá a missão de determinar sua titularidade.

“É muito bom para o jogador ter um treinador que sabe como lidar com um time, como falar com um atleta. Temos que aproveitar e trabalhar porque tanto ele como os auxiliares trabalham muito bem”, concluiu o polivalente e empolgado argentino.

O Tricolor volta aos treinos neste domingo, também em dois períodos, no dia em que está programada a apresentação do meia Cícero, contratado após passar dois anos no Fluminense. A estreia do time deve ser feita no dia 12 de janeiro, em amistoso ainda sem adversário definido. No dia 15, está marcado um jogo contra o Boca Ratón FC.

Depois das duas partidas, clube tem marcados os compromissos do Torneio da Flórida, razão principal da viagem. O primeiro duelo será no dia 19 de janeiro, contra o vencedor da partida entre River Plate-ARG e Millonarios-COL. Seja qual for o resultado, o time volta a campo no dia 21, para jogar ou a final ou a decisão de terceiro lugar.

Fonte: Gazeta Esportiva

Desenvolvido por Quick Tecnologia
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião