Reudesman Lopes - reudesman@gmail.com

Natural de Cajazeiras-PB, é Graduado em Educação Física e com Especialização em Ginástica Escolar. Servidor Público Federal da Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Formação de Professores de Cajazeiras, Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras. Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista do Jornal Gazeta do Alto Piranhas.

Prós e contras da tabela do Paraibano

  • Postado em 22-11-2016

Semana que passou a Federação Paraibana de Futebol, como manda o estatuto do Torcedor, divulgou a Tabela do Campeonato Paraibano da Primeira Divisão em sua Temporada do ano de 2017. Manifestei aqui mesmo neste espaço com relação a uma primeira tabela, indignação com a falta de profissionalismo da nossa entidade, entendamos, o seu departamento técnico que é ou deveria ser o órgão responsável em fazer uma tabela “decente” que infelizmente, entra ano e sai ano, continua dando um show de incompetência neste quesito, fazer e organizar uma tabela.

Em tempo, reconheço que o presidente da Federação Paraibana de Futebol, Amadeu Rodrigues, vem tentando imprimir um ritmo de administração que no nosso entendimento não se faz compatível, com a “velha guarda” que continua a ditar um “ritmo lento” na parte administrativa desta entidade o que a faz ser julgada dentro de uma visão “continuidade” daqueles processos tão combatidos pela imprensa e pelos desportistas paraibanos.

Pois bem, voltando aqui aos prós e contra da tabela, evidente que em um universo tão imenso “o futebol”, uma tabela de jogos possa agradar a “gregos e troianos”, isso é uma verdade, mas, não se admite que essa tabela não possa ser tão boa para uns e tão péssima para outros, se organizada competentemente, pede-se, no mínimo, equilíbrio, o que não se afirma nesta tabela lançada apenas em sua metade, isso, entendo, como ridícula por parte do departamento técnico ou de futebol da FPF.

Tem mais, a força do Botafogo, Treze e Campinense é decisiva comprovadamente pelo feitio da tabela que os favorece de forma “escancarada”. Falando aqui sobre os nossos dois representantes no que diz respeito a essa “meia” tabela, fica evidenciada a falta de alguém de força junto a quem de direito na FPF por parte do Atlético Cajazeirense de Desportos, mas, querer o que de um clube que estava sem presidente e sem treinador. O nosso Trovão Azul foi jogado em um imenso buraco pela Federação Paraibana de Futebol, para tanto, basta ver a “meia” tabela.

Quanto ao Paraíba, tendo um representante “antenado” com a FPF, fica clara a sua posição e com isso, tendo essa representatividade, o time coral cajazeirense teve a seu favor uma tabela muito amena o que lhe permite a sonhos mais ousados. Mas, entre “tapas e beijos”, às vezes, o futebol prega algumas peças, assim, vamos torcer para que o Atlético não venha a ter tantos prejuízos como o quer o departamento técnico da FPF.

Tabela dos jogos da primeira fase do Atlético e Paraíba:

1ª rodada - 8 de janeiro de 2017 – Domingo
Treze x Atlético-PB – 16h
Paraíba x Sousa – 16h

2ª rodada – 11 de janeiro de 2017 – Quarta-feira
Internacional-PB x Paraíba – 20h30
Atlético-PB x Botafogo-PB – 20h30

3ª rodada – 15 de janeiro de 2017 – Domingo
Auto Esporte x Paraíba – 16h
Atlético-PB x Campinense – 16h

4ª rodada – 18 de janeiro de 2016 – Quarta-feira
Paraíba x Atlético-PB – 20h30

5ª rodada – 21 de janeiro de 2017 – Sábado
Serrano-PB x Paraíba – 16h
5ª rodada – 22 de janeiro de 2017 – Domingo
Atlético-PB x Sousa – 16h

6ª rodada – 25 de janeiro de 2016 – Quarta-feira
CSP x Atlético-PB – 20h30
Paraíba x Treze – 20h30

7ª rodada – 28 de janeiro de 2017 – Sábado
Paraíba x CSP – 16h
7ª rodada - 29 de janeiro de 2017 – Domingo
Atlético-PB x Auto Esporte – 16h

8ª rodada – 1 de fevereiro de 2017 – Quarta-feira
Atlético-PB x Serrano-PB – 20h30
8ª rodada – 2 de fevereiro de 2017 – Quinta-feira
Campinense x Paraíba – 20h30

9ª rodada – 8 de fevereiro de 2017 – Quarta-feira
Internacional-PB x Atlético-PB – 20h30
Paraíba x Botafogo-PB – 20h30

 

Artigos do Colunista

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião