Reudesman Lopes - reudesman@gmail.com

Natural de Cajazeiras-PB, é Graduado em Educação Física e com Especialização em Ginástica Escolar. Servidor Público Federal da Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Formação de Professores de Cajazeiras, Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras. Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista do Jornal Gazeta do Alto Piranhas.

Cajazeiras e os meus antigos novos sonhos — Por Reudesman Lopes

  • Postado em 30-07-2017

De 2017 para 2018 muitas coisas acontecerão com relação ao futebol local que marcaram a história deste esporte e por conseguinte da nossa cidade. Para tanto, entendo, como defensor guardião desta, que é nosso dever fazer valer a apresentação dela como um culto a memória tão esquecida da terra do Padre Rolim. Destaco, em outubro, se completará 40 anos do falecimento do nosso craque Perpetúo Correia Lima e, hoje são poucos que têm o conhecimento de quem foi Péto, por isso é que vejo como dever de Cajazeiras, aproveitar essa data para mais homenagens a ele e nela inserirmos uma programação que resgate essa vitoriosa história tornando-a do conhecimento daqueles que não o viram nas gloriosas e memoráveis jornadas pelos campos de futebol daqui, dali e dacolá. E quais são os nossos desejos? Realizarmos um jogo entre “Santos e Sociedade Esportiva de Sousa”; Exposição com fotografias e camisas dos times por onde ele jogou e troféus conquistados; Sessão especial na Câmara Municipal de Cajazeiras; Edição de um jornal especial; Celebração da Santa Missa. Em 2018, teremos os 70 anos do Estádio Higino Pires Ferreira e os 70 anos da fundação do Atlético Cajazeirense de Desportos. Serão dois importantes momentos que precisam ser celebrados com a magnitude merecida por ambos e que faremos tudo que estiver ao nosso alcance para mostrar uma rica, valorosa e história deles. Os nossos sonhos são para que tenhamos o Estádio Higino Pires Ferreira com uma nova “cara”, algumas boas novas já estão sendo realizadas para que ele volte a ter o brilho inesquecível que sempre teve até o fim dos anos 70 dentro de nossos sonhos a volta do sistema de iluminação que nos anos 60 foi corajosamente doado aos desportistas da cidade pelo então Prefeito Francisco Matias Rolim com o imprescindível a apoio do Dr. Higino Pires Ferreira e o magnífico trabalho de Abdon Cipriano Rocha. Desta feita esperamos contar com o apoio de amigos cajazeirenses e cajazeirados para deixar fincado naquela praça de esportes o seu memorial para que aqueles que não conhecessem a sua história possam ter a noção da dimensão de sua representatividade para o futebol cajazeirense e regional. Por fim o Atlético, 70 anos e como registramos: “Desde 1948”. O sonho é de que essa passagem se evidencie com uma bela classificação no paraibano 2018 e que possamos comemorar esses belos anos que marca a sua história, com o glamour que todos nós atleticanos gostaríamos de ver, como acontece até os dias atuais.

Bi Campeão

O Platense Futebol Clube se tornou Bi Campeão de Futebol na categoria de veteranos ao derrotar o Duque de Caxias pelo placar de 2 a 0, campeão em 2016 o time do bairro Santo Antonio repetiu mais uma vez a sua supremacia nesta modalidade com a segunda conquista consecutiva. O jogo final aconteceu no Estádio Higino Pires Ferreira e contou com uma animada torcida de ambos os clubes. Após o encerramento da partida foi feita a entrega de uma premiação aos vencedores e vencidos e em seguida a diretoria do Platense reuniu os seus jogadores e comemorou a vitória em um restaurante local .

Caso de Polícia

Os resultados de derrotas consecutivas dentro e fora dos seus domínios e a queda na classificação geral com o time saindo da zona de classificação na Série C do Brasileiro foram necessários para que torcedores do Botafogo da Paraíba iniciarem uma série de protestos, primeiro nas redes sociais e depois com invasão a treinamento do Belo na Maravilha do Contorno, logo a Polícia Militar através do seu pelotão do Choque interveio. O Botafogo saiu da zona de conforto e a tabela não é nada animadora para que o time paraibano possa sonhar com a sua volta ao Z4. O que mais preocupa a galera é o futebol de péssima qualidade que vem sendo demonstrado em campo pelos seus jogadores.

BOLA DENTRO

Para a Ginástica na Praça, pelo que este projeto representa na massificação da prática das atividades físicas entre crianças, jovens e pessoas da terceira idade em Cajazeiras. Está ação merece a NOTA 10!

BOLA FORA

Para, mais uma vez, o nosso alerta quanto à quantidade de animais que trazidos pelos seus donos estão a aterrorizar as pessoas que estão a fazer suas atividades físicas no Açude Grande. Será que somente tomarão providencias quando algo grave acontecer? NOTA 0!

Artigos do Colunista

Desenvolvido por Quick
Todos os direitos reservados ao portal Nova Opinião